Bastidores

O meta blog do Manual do Usuário

Estatísticas de novembro de 2022

6/12/2022

Todo mês, coleto dados do Manual do Usuário e escrevo um relatório que acaba funcionando como um retrato da operação. Até 2021, os relatórios eram exclusivos para os apoiadores do projeto. Agora, eles são públicos — com exceção dos dados financeiros e de assinaturas; esses continuam fechados para apoiadores.

Os apoios/assinaturas são o principal meio de financiamento do Manual, e não é por acaso: é o mais transparente e sustentável. Se puder e quiser, apoie o projeto — custa a partir de R$ 9/mês (ou R$ 99/ano).

Produção

Ao todo, publicamos 1.599 comentários (-8,4% em relação à média dos seis meses anteriores).

Audiência do site

Sem querer, surfei bem a onda da Koo, a rede social indiana. Um post despretensioso, um mexidão de matérias antigas da BBC e do Washington Post, viralizou e foi acessado por 52 mil pessoas. De longe, o post mais visto do mês.

Em segundo lugar veio o nosso campeão de audiência, a dica para burlar paywalls (oi, Folha!), com 27,6 mil leitores.

O defeito crônico nas TVs Samsung ganhou o terceiro lugar no sufoco, com uma vantagem de apenas 500 leitores sobre a matéria do golpe do trabalho de meio período — 9,8 mil contra 9,3 mil.

Atenção: Nos gráficos, a porcentagem em verde/vermelho escuro na lateral da coluna indica a variação em relação ao mesmo período do ano passado e a verde/vermelho claro, no topo, em relação ao mês imediatamente anterior.

Gráfico com as estatísticas de visitação do Manual do Usuário em novembro de 2022.

Redes sociais

A viralização do post da rede social Koo aconteceu no Twitter também, o que explica o salto generoso em seguidores ali.

Já no Mastodon, onde quase dobramos a base de seguidores, o crédito vai a Elon Musk e sua gestão errática do Twitter. Esse número encolheu um pouco no início de dezembro, depois que a instância onde o Manual está bloqueou outra brasileira (explicação da administração). Acontece.

Às vezes o mundo se reequilibra das formas mais malucas. Quem imaginaria que um bilionário cretino exercendo todo o seu poder descomunal na compra de uma plataforma usada por centenas de milhões de pessoas iria impactar positivamente plataformas e publicações pequenas/independentes, como as do Manual? (Óbvio, as duas coisas não se equivalem, mas é reconfortante extrair algo bom da situação calamitosa do Twitter.)

Gráfico dos totais de seguidores no Twitter, Mastodon e Telegram em novembro de 2022.

Newsletter

Os efeitos da Koo chegaram à newsletter. Acrescentei um discreto formulário de inscrição da newsletter no início do post, e fiz isso em outros campeões de audiência. Deu resultado: tivemos o maior aumento relativo/percentual desde maio de 2021.

O número seria maior não fosse a limpeza que fiz na base, removendo endereços que não existem mais ou que estava rejeitando as mensagens da newsletter há semanas. Esse trabalho é mais complicado na ferramenta que usamos, pois completamente manual.

Em dezembro, outras limpezas do tipo foram/serão feitas, mas com o ritmo de inscrições que tenho observado, a perspectiva é de saldo positivo ao final do mês.

Gráfico de inscritos na newsletter e satisfação dos leitores em novembro de 2022.

Canal do YouTube

Os bons números no YouTube, mesmo sem vídeo novo algum, se devem ao vídeo do Mastodon. Pouco mais de 1/3 das visualizações de novembro vieram dele.

Gráfico dos inscritos e tempo de exibição do canal no YouTube do Manual em novembro de 2022.

Podcasts

O salto em downloads que o Tecnocracia teve em outubro se manteve em novembro. Ainda não sabemos o que o causou, mas bom saber que os novos ouvintes que chegaram resolveram ficar.

Gráfico dos inscritos e tempo de exibição dos podcasts do Manual em novembro de 2022.


No quinto dia útil de cada mês, quem apoia o Manual recebe um relatório mais detalhado, com dados das assinaturas, financeiro (trimestral) e relatos e reflexões do que aconteceu e dos planos futuros para o site.

O próximo será enviado nesta quarta (7/12).

Apoie o projeto para recebê-lo — custa menos de R$ 0,30 por dia e você recebe alguns mimos em troca, como acesso a um grupo fechado no Telegram e ao clube de descontos (que está com novos parceiros para dezembro).