Bastidores

O meta blog do Manual do Usuário

O assédio das casas de apostas esportivas via agências OnRunAds e Clever Ads

11/4/2022

Com uma frequência que extrapola em muito o razoável, recebo e-mails com propostas de publicidade de empresas como OnRunAds e Clever Ads para veicular anúncios no Manual do Usuário.

Algumas oferecem “pré-pagamento” e todas prometem aderência a legislações (GDPR) e parâmetros de mercado (Google, IAB). Também garantem não serem invasivas e que os leitores só verão esses anúncios uma vez por dia.

Antes, essas abordagens eram feitas por agências em nome de sites e aplicativos de cassino e poker online. Nos últimos meses, passaram a ser quase que exclusivamente de casas de apostas esportivas digitais, segmento endinheirado que ganhou uma abertura no Brasil e tem explorado essa brecha avidamente — quem assiste a jogos de futebol deve ter notado a onipresença de marcas com “bet” no nome nas camisas dos times e placas publicitárias ao redor do gramado.

Já tive longas trocas de mensagens com alguns agentes; com uma, cheguei a fazer uma call para entender melhor o modelo. Não me interessa, mesmo.

(O Manual do Usuário veicula publicidade, mas não nesse formato de banner com monitoramento dos leitores e controle de exibições por cookie.)

Além disso, sou pessoalmente contrário ao mercado de apostas esportivas envolvendo dinheiro. É um tipo de negócio que não gera valor social e tem uma forte tendência ao vício e a outras consequências ruins para o indivíduo e a sociedade. Não quero ser parte disso.

O problema é que as mensagens não param de chegar. E nada indica que o fluxo vá diminuir.

Em fevereiro de 2022, respondi um dos trocentos e-mails da Clever Ads pedindo para que removessem meu endereço do mailing deles. Recebi a seguinte resposta:

Desde já desculpe pelo “spam”, mas na Clever somos 300 agentes a fazer o mesmo, apesar de fazermos parte da mesma empresa Mãe estamos sub divididos em equipas e cada uma tem maneiras muito diferentes de trabalhar.

Eu posso lhe apresentar a nossa proposta e se fechar comigo asseguro-lhe que não irá receber nem mais um email da nossa empresa a não ser os meus quando necessário.

Ele apresentou a proposta, eu declinei, mas continuo recebendo mensagens não solicitadas da Clever Ads.

Antes disso, em setembro de 2021, um agente da OnRunAds foi mais… incisivo. Novamente, havia respondido que não tinha interesse na parceria e pedido pela remoção do meu e-mail do mailing deles. Respondeu-me:

Caro Rodrigo, a maneira mais fácil [de não ser mais contatado pela OnRunAds] é fechar connosco, fechando connosco não irá ser contatado durante dois anos, pois como eu serei o agente responsável, mais nenhum outro irá enviar emails para si.

Que mais tem a perder? Sendo que o nosso anúncio só abre uma vez ao dia, é apenas 1 anúncio e não 30 como o AdSense faz. E mais importante, não interfere com o layout do seu Website.

Experimente por um mês e logo vemos como corre a nossa campanha. Ajude-me a ajudá-lo.

Achei de extremo mau gosto, praticamente uma coação. Respondi à altura, uma resposta de que o agente em questão não gostou muito. De qualquer forma, continuo recebendo e-mails de agentes da OnRunAds.

No início, respondia cada e-mail declinando as propostas. Faz alguns meses, parei de respondê-los. Em vez disso, apenas reporto eles como spam. Dramático, eu sei, mas foi a forma que encontrei de combater tais práticas que considero danosas — o assédio das agências e a proliferação das casas de apostas esportivas no país.